• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sem lutas, Esquiva Falcão faz entregas de pizza para nocautear crise durante pandemia

CORONAVÍRUS

Esportes

Sem lutas, Esquiva Falcão faz entregas de pizza para nocautear crise durante pandemia

O brasileiro, invicto no boxe profissional, usa sua popularidade como pugilista para ajudar sua família e driblar a crise financeira

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram

Um dos maiores nomes do boxe brasileiro na atualidade, Esquiva Falcão procura meios de nocautear a crise durante o período sem lutas. Em razão da pandemia do novo coronavírus, o pugilista ainda não tem combates marcados. Por isso, tenta manter a renda familiar ajudando sua esposa entregando pizzas.

"Minha esposa está vendendo mini pizza", publicou o lutador em suas redes sociais. Em seguida, brincou ao perguntar: "Adivinha quem é o entregador?". Falcão e sua esposa Suelen Marques fazem as entregas em Vila Velha. Após as publicações, as vendas começaram a aumentar.

Com a paralisação de vários esportes e ainda sem a previsão de volta para diversas modalidades, os atletas estão tendo de se virar para ajudar com a renda familiar no período de inatividade. Falcão está sem lutar desde fevereiro, quando derrotou o argentino Jorge Daniel Miranda. O brasileiro, invicto no boxe profissional, usa sua popularidade como pugilista para ajudar sua família e driblar a crise financeira.

"Minha esposa ficando maluca com várias mensagens no WhatsApp", relatou o lutador em outra postagem. Sua esposa também usou das redes sociais para promover o sucesso das vendas. "Meu marido resolveu me ajudar na divulgação do meu negócio é agora meu WhatsApp não para. Até os famosos estão curtindo", escreveu.

Recentemente, Falcão tornou publico seu desejo de vender sua medalha olímpica de prata, conquistada em 2012, em Londres. Mas, enquanto ainda a possui, se prontificou inclusive a fazer a entrega das pizzas usando o artefato. "Posso levar até a medalha olímpica para a foto ficar top", disse o boxeador, invicto desde 2014.