Crespo vê São Paulo completo: 'Joga quando tem de jogar, e luta quando é preciso'

Esportes

Crespo vê São Paulo completo: 'Joga quando tem de jogar, e luta quando é preciso'

O treinador analisou que o São Paulo enfrentou um adversário mais qualificado do que os anteriores e isso fez a equipe amadurecer

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram

O empate com o Corinthians no clássico de domingo à noite, na NeoQuímica Arena, pelo Campeonato Paulista, deixou o técnico Hernán Crespo satisfeito e com a impressão de que tem um time 'completo' em suas mãos para a disputa das demais competições na temporada.

"Nós queremos jogar um certo tipo de futebol e nem sempre podemos porque o rival o coloca em dificuldade. Acredito que o time aprendeu e sabe que há momentos para jogar futebol e momentos de lutar. E o time luta", afirmou o treinador, referindo-se ao fato de a equipe ter buscado o empate até o último lance da partida. "Esse jogo me dá a impressão de ter um time completo. Quando deve jogar, joga, e quando for lutar, luta até o final."

O treinador analisou que o São Paulo enfrentou um adversário mais qualificado do que os anteriores e isso fez a equipe amadurecer. "O rival jogou em um nível superior do que vinha demonstrando. O São Paulo tentou jogar no seu estilo e forma. Quando o jogo pede batalha, coração, paixão, o São Paulo está vivo. A situação que passamos hoje é de grande maturidade para o time. Estamos crescendo, e esse é o tipo de jogo que precisamos para seguir crescendo. Às vezes dá e outras não, mas não fugiu da situação."

Crespo deixou vários titulares no banco e nem relacionou o veterano Daniel Alves para o clássico. Mas na quarta-feira, diante do Racing, na Argentina, vai escalar o que tiver de melhor para o terceiro compromisso do time na Copa Libertadores. Pelo Paulista, o time joga domingo, em Mirassol, já classificado para as quartas de final.