• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Odair vê final aberta para Inter e exalta defesa de Lomba: 'Melhor 1 do que dois'

Esportes

Odair vê final aberta para Inter e exalta defesa de Lomba: 'Melhor 1 do que dois'

"Nós lá somos muito fortes. Temos certeza que o Beira-Rio estará lotado e entregará a alma", disse o treinador colorado

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram

Confiança é a palavra de ordem no Internacional para a segunda e decisiva partida da final da Copa do Brasil contra o Athletico-PR, marcada para a próxima quarta-feira (18), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Apesar da derrota por 1 a 0, na Arena da Baixada, o técnico Odair Hellmann deixa Curitiba certo de que o confronto está aberto.

"A confiança é importante para o jogador poder desenvolver o jogo. O final do jogo ficou para nós. Em uma das nossas oportunidades poderíamos aproveitar. Eles fizeram o gol, mas o mais importante é que a final seja no Beira-Rio. O jogo ocorrerá lá. Serão mais 90 minutos. Que a gente mantenha nosso padrão em casa, com a nossa torcida. Nós lá somos muito fortes. Temos certeza que o Beira-Rio estará lotado e entregará a alma", disse o treinador colorado.

Mesmo com críticas de que o time adotou uma postura mais defensiva, Odair Hellmann afirmou que a partida foi equilibrada e que o resultado é reversível no jogo da volta. Principalmente pela defesa de Marcelo Lomba no chute do atacante Rony, aos 27 minutos do segundo tempo, o que traria complicações para o duelo em Porto Alegre.

"Foi uma grande defesa do Lomba. O 2 a 0 realmente cria mais dificuldades. Foi importante, mas defesas importantes, situações importantes. Também tivemos possibilidades de fazer o gol, mas não conseguimos. Que bom que o Lomba fez aquela defesa. Temos que fazer muito mais a diferença. Ocorreu contra o Flamengo o 2 a 0. Fizemos o 1 a 0 e fomos para cima, mas é um jogo de risco. Dentro da situação de buscar o segundo, tomamos o contra-ataque. Que bom que não entrou e ele fez a defesa. Perdemos, mas melhor o um do que o dois", comentou o técnico.

Com o resultado negativo, o Internacional precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para ser campeão da Copa do Brasil. Caso ganhe por um, o título será decidido nas cobranças de pênaltis. Antes da final, o time volta a concentrar forças no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 11 horas, enfrenta o Atlético-MG, no estádio Independência, em Belo Horizonte.