• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Hospital Arthur Gerhardt terá UTI e busca ser de alta complexidade

Geral

Hospital Arthur Gerhardt terá UTI e busca ser de alta complexidade

Foi inaugurada a primeira fase de obra da reforma do ambulatório que compreende recepção central, consultórios, dentre outras instalações.

Foto: Sandra Cola
Fachada do Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt

O Hospital e Maternidade Doutor Arthur Gerhardt terá em breve uma UTI com 10 leitos e buscará a classificação de média para alta complexidade. A informação foi dada pelo interventor do Hospital, Nelcimar Guarino Bastos, durante a inauguração da primeira fase da obra da reforma do ambulatório da unidade, na última segunda-feira (4/11).

Bastos disse que encontrou o hospital com uma dívida de R$ 7 milhões e um custo operacional 40% acima da receita. “Iniciamos um trabalho baseado em três eixos: novos serviços, busca pela excelência e o desenvolvimento de pesquisa científica”, disse ele. Foram inauguradas as áreas da recepção central, os consultórios de clínica médica, oftalmologia, pediatria, cirurgia geral, fisioterapia, ginecologia e obstetrícia, ortopedia, sala de observação e o novo laboratório de análises clínicas.

“Hoje tenho um compromisso firmado com a instituição de, até abril, colocar o hospital caminhando numa direção melhor para atendimento de todos. Esta foi a primeira etapa, a outra vai contemplar o Pronto-socorro”, informou Nelcimar..

A promotora de Justiça de Domingos Martins, Noranei Ingle, fez um histórico da Fundação Hospitalar e de Assistência Social de Domingos Martins - FHASDOMAR, criada em 1970 pela Igreja Luterana e construção do hospital com recursos vindos da Alemanha. “O Ministério Público, como curador da Fundação, foi obrigado a requerer uma intervenção. Hoje o Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt encontra-se sob intervenção e tem um interventor nomeado com um currículo voltado para o trabalho administrativo hospitalar”. Noranei disse que as demandas de reclamações do hospital no Ministério Público diminuíram muito desde o início da intervenção.

O prefeito de Domingos Martins, Wanzete Kruger (PSD), destacou que o Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt é “nosso, é da nossa região e gostaria que o prefeito de Marechal Floriano, que também faz parte deste hospital, ajudasse com recursos. Repassamos mensalmente R$ 300 mil de recursos próprios para a manutenção do Dr. Arthur Gerhardt e Marechal Floriano não repassa nada. Peço ao prefeito de Marechal Floriano que ajude este hospital, bem como a outros municípios que têm sua população atendida neste hospital”. Wanzete informou que mais de 50% dos atendimentos feitos no hospital são de moradores de Marechal Floriano.

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae ES), Carlos Manato, que já utilizou o hospital, disse que a partir do momento que vê seriedade, transparência como agora, o esforço em auxiliar também é maior. “A deputada federal Soraia Manato (PSL) já destinou emendas parlamentares e colocou seu gabinete para auxiliar a administração do hospital em busca de recursos em Brasília”, disse Manato.

O interventor Nelcimar Bastos agradeceu a toda a comunidade que tem colaborado com melhorias e doações ao Hospital Dr. Arthur Gerhardt, como a Associação de Voluntárias Martinense, Maçonaria, Sicoob, Grupo de Carros Antigos, produtores rurais, políticos, comerciantes, comunidades dos distritos, Igreja Luterana e demais igrejas, Clube Rotary, E&L.