Homem tem crise de ciúmes e agride mulher até ela perder a consciência, na Serra

Polícia

Homem tem crise de ciúmes e agride mulher até ela perder a consciência, na Serra

A vítima contou que o companheiro a arrastou pela casa, deu socos e bateu o rosto dela contra o chão várias vezes; ela precisou levar 7 pontos na cabeça

Foto: Reprodução

Uma mulher foi agredida pelo companheiro até perder a consciência, na Serra, na noite do último domingo (02). Ela precisou levar sete pontos na cabeça por conta dos ferimentos. De acordo com a vítima, o motivo da agressão foi ciúme.

 A doméstica de 35 anos, que preferiu não se identificar, contou que tudo começou quando o companheiro, um pintor de 28 anos, chegou em casa alcoolizado e sob o efeito de drogas. 

Ela diz que entregou alguns alimentos para duas crianças, filhas de um vizinho. Quando o companheiro viu a mulher conversando com o outro homem, ele teve um ataque de ciúmes e iniciou uma discussão que acabou de forma violenta.

A mulher contou que o companheiro a arrastou pela casa, deu socos e bateu a cabeça dela contra o chão várias vezes.

A sobrinha da doméstica estava na casa e presenciou tudo. Por um instante, em desespero, a mulher chegou a pedir para a jovem fugir e deixá-la morrer no local. Mas ela socorreu a tia e ficou com ela até a chegada da polícia.

O suspeito da agressão ainda não foi preso. Depois que a polícia foi até a residência do casal, a mulher passou por atendimento médico e teve alta. Além do ferimento na cabeça, ela ainda ficou com a língua lesionada, por conta dos socos que tomou no rosto.

A mulher contou que esta não foi a primeira vez que foi vítima do relacionamento abusivo. Há nove meses ela informou que foi agredida pelo mesmo companheiro, mas ela acabou perdoando e desistindo da denúncia. 

Agora, arrependida de não ter denunciado o companheiro antes, a mulher diz que não vai aturar mais violência e que terminou o relacionamento de dois anos e meio. A doméstica solicitou uma medida protetiva contra o suspeito e agora espera pela prisão dele.

* Com informações da repórter Jéssica Cardoso, da TV Vitória / Record TV