Homem ameaça incendiar casa da família em Cariacica após briga para comprar drogas

Polícia

Homem ameaça incendiar casa da família em Cariacica após briga para comprar drogas

O caso aconteceu no bairro Bandeirantes. O suspeito contou que a briga começou porque ele queria vender um objeto pessoal para comprar drogas

Foto: Reprodução TV Vitória

Um rapaz, de 27 anos, foi preso depois de discutir com a esposa e ameaçar colocar fogo na casa onde o casal mora com os filhos no bairro Bandeirantes, em Cariacica. O motivo da briga se deu porque o suspeito queria usar drogas.

Ele conversou com uma equipe da TV Vitória e disse que tinha um esquema para conseguir atear fogo na residência. O caso aconteceu na noite desta terça-feira (23).

"A briga começou por que eu falei 'se você não me der o telefone eu vou colocar fogo na casa'", relatou o suspeito. 

Depois de passar a noite na delegacia, o rapaz suspeito de fazer as ameaças foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória. No local, ele teria confirmado as acusações. 

>> Leia também: Terceira vez: Justiça nega pedido de habeas corpus de motorista que atropelou e matou jovem em Vila Velha

"Era uma despedida. A gente estava em uma briga de casal, porque eu queria vender uma parada minha para usar droga. Foi uma gritaria. Minha sogra e meu cunhado estavam lá em casa. E aí os vizinhos chamaram a polícia. Foi isso que aconteceu. A polícia chegou e tentamos entrar em um acordo, mas eu queria vender a parada, porque foi minha, eu que comprei. Não deu deu certo o acordo e eles me mandaram pra cá", explicou o suspeito. 

A ex-companheira do suspeito é uma balconista, de 26 anos. Ela contou que há oito anos mantinha um relacionamento com ele. Durante esse tempo, ele sempre usou drogas. 

A mulher relatou também que houve um período em que o ex-companheiro ficou sem usar drogas, mas que desde agosto voltou a usar intensamente. Além de ficar mais agressivo. 

A ex-companheira do suspeito disse ainda que ele trabalhava como motoboy, mas quando ficou sem emprego começou a vender as coisas de casa. O motivo das brigas foi porque ela não aceitou o comportamento do então marido.

O caso foi registrado no Plantão Especializado da Mulher (PEM) em Vitória. A mulher destacou que já foi agredida outras vezes pelo suspeito. O casal tem duas filhas, de quatro e dez anos. 

As duas crianças estão com a mãe da vítima que disse que aceitaria o homem de volta se ele se recuperasse do vício. A Polícia Civil informou que o conduzido foi autuado em flagrante pelo crime de ameaça e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana.

*Com informações do repórter Rodrigo Schereder, da TV Vitória / Record TV

Leia mais: 

Rodovia do ES será totalmente interditada para obras emergenciais

Pai que matou o filho a facadas na Serra agiu em legítima defesa, conclui polícia