Ex-vereador de Vila Valério é preso e denunciado por três homicídios

Política

Ex-vereador de Vila Valério é preso e denunciado por três homicídios

Miguel dos Santos, de 38 anos, é suspeito de cometer um duplo homicídio em 2018, na zona rural do município, e outro homicídio no ano seguinte em São Gabriel da Palha

Redação Folha Vitória

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução Facebook

Um ex-vereador e ex-secretário de Infraestrutura de Vila Valério foi preso na última sexta-feira (10) pela polícia civil. Miguel dos Santos, de 38 anos, é suspeito de cometer um duplo homicídio em 2018, na zona rural do município, e outro homicídio no ano seguinte em São Gabriel da Palha.

Em decorrência das investigações, o suspeito compareceu ao Fórum de São Gabriel da Palha na última sexta-feira (10), onde foi abordado por policiais civis do município e recebeu voz de prisão.

Inquéritos sobre os dois casos já foram concluídos e enviados ao Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), que ofereceu denúncia contra o suspeito.

O duplo homicídio aconteceu no dia 31 de outubro de 2018, no Córrego Paraju, zona rural de Vila Valério. De acordo com o inquérito policial, foram mortos a tiros Marcelo Almeida de Oliveira, 33 anos, e seu enteado, o garoto Mateus de Jesus Nunes, 10. 

O delegado de São Gabriel da Palha, Rafael Caliman, não revelou a identidade da vítima do caso de 2019, mas adiantou que era uma pessoa que cometia pequenos furtos e roubos em São Gabriel. 

A investigação não concluiu se houve relação entre os dois crimes, e a motivação não foi esclarecida. O detido foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de São Mateus (CDPSM), ficando à disposição da Justiça.

Mortes de 2018 foram identificadas durante investigações de homicídio cometido em 2019

Em 2019, o delegado Rafael Caliman representou pela prisão preventiva do ex-vereador Miguel dos Santos. 

A ordem de prisão foi expedida, mas o suspeito obteve o direito de responder em liberdade, com a obrigatoriedade de se apresentar mensalmente no Fórum de São Gabriel da Palha.

De acordo com o delegado, foi durante as investigações do crime de 2019 que o duplo homicídio de 2018 foi identificado.

Foto: Divulgação/Sesp
Delegado Rafael Caliman, titular da Delegacia de São Gabriel da Palha, identificou a mesma arma utilizada nos crimes de 2018 e 2019 

"Na época, nossas investigações apontavam que ele poderia estar envolvido no homicídio ocorrido em São Gabriel da Palha. Coletamos seu depoimento e acabamos apreendendo uma pistola que ele tinha. Ao cruzar informações dos dois inquéritos, vimos que a arma e as características físicas do investigado batiam com a descrição dada por testemunhas do crime em Vila Valério. Solicitei o laudo de comparação balística, que deu positivo: a arma entregue pelo ex-vereador, em 2019, tinha sido usada no duplo homicídio em 2018", relatou o titular da Delegacia de São Gabriel da Palha, onde os dois casos foram investigados.