• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com feiras suspensas, feirantes fazem entrega de produtos em Linhares

CORONAVÍRUS

Geral

Com feiras suspensas, feirantes fazem entrega de produtos em Linhares

Consumidores vão ter três opções de cestas. Pedidos vão ser feitos por aplicativos de mensagens

Foto: Divulgação/PMV
Pedidos vão ser feitos por telefones, já que as feiras estão suspensas em Linhares.

Os vendedores das tradicionais feiras livres de Linhares, no Norte do Espírito Santo, agora vão entregar os produtos na casa dos consumidores e sem cobrar taxa de entrega. Os pedidos já podem ser feitos por aplicativos de mensagens. As feiras estão suspensas por causa do coronavírus.

Os consumidores vão ter três opções de cestas. A primeira é a "M", que custa R$ 45,00; a segunda é a G, no valor de R$ 90,00; e a terceira é a que o cliente escolhe os produtos e a quantidade. Essa não tem um preço definido porque vai ser pesada no final da compra.

Segundo a Prefeitura de Linhares, que alinhou essa estratégia em parceria com os feirantes, os pedidos podem ser feitos em quatro telefones: (27) 99617-1582 (Baiana), (27) 99533-2411 (Kely), (27) 99826-5054 (Rita) ou (27) 99611-5159 (Rafael). Todo o processo de recebimento de pedidos, separação e entrega dos produtos é coordenado pelos próprios feirantes.

“Como não sabemos quando as feiras retornarão o atendimento a domicílio é uma forma de o consumidor ter acesso a produtos fresquinhos, com melhor custo benefício, e os produtores feirantes tenham saída dos seus produtos, fomentando assim a agricultura familiar. O pedido pelo celular funciona e ainda evita a aglomeração de pessoas”, disse o secretário municipal de Agricultura, Franco Fiorot.

As feiras acontecem nos bairros Araçá, Interlagos e Novo Horizonte. São 130 feirantes e, segundo uma estimativa da prefeitura, pelos menos duas mil pessoas vão a esses bairros para fazer compras toda semana. Mas com o avanço dos números de coronavírus no estado, o município decidiu suspender as atividades para evitar aglomerações e, consequentemente, uma possível proliferação da doença na cidade.

Lista de produtos

Tomate, pimentão, cebola, repolho, chuchu, cenoura, beterraba, inhame, abóbora madura, abóbora verde, berinjela, quiabo, jiló, pepino, alho, ovo, ovo caipira, aipim, banana terra, banana prata, laranja lima, laranja pêra, laranja Bahia, limão tahiti, limão galego, abacaxi, melancia, melão, coentro, salsa, cebolinha, vagem, brócolis, couve-flor, couve, alface e hortelã.

Além de verduras e frutas, os feirantes também têm tempero completo, tempero bahiano, chimichurri, vinagrete, colorau, açafrão, orégano, limãozinho e lemon pepper. Entre as opções, o consumidor também pode pedir farinha amarela, farinha branca, feijão vermelho, feijão branco, feijão carioca, feijão fradinho, banha de porco, café, palmito, pimenta, água de coco, coco seco, coco verde, galinha pé fino, galinha rhodia, peixes, camarão, beiju, tripinha, fubá, mel, melaço, polpas de fruta, linguiça, queijo, carne de porco caipira, frango caipira, goma para tapioca fresca, doces em compotas e cocadas.

As entregas acontecem de segunda a sábado.