• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Morte de Alexandre Martins aconteceu há 17 anos

Polícia

Morte de Alexandre Martins aconteceu há 17 anos

Em 2003, o assassinato, segundo o Ministério Público, envolveu dois executores, intermediários e mandantes

Foto: Reprodução

Fernandes de Oliveira Reis, o Fernando Cabeção, assassinado no domingo (28), foi condenado por intermediar o assassinato do juiz Alexandre Martins de Castro Filho, em março de 2003. Na época, a Polícia Civil apurou que Odessi Martins da Silva Júnior, o 'Lumbrigão', e Giliarde Ferreira de Souza, apontados como executores do crime, tinham ligação com Fernando Cabeção.

Segundo a Polícia Civil, ele era chefe do tráfico de drogas de um grupo criminoso, no bairro Guaranhuns, em Vila Velha. A morte do juiz Alexandre Martins, segundo o Ministério Público, envolveu dois executores, intermediários e mandantes.

O juiz integrava a missão especial de combate ao crime organizado no estado. Segundo o Ministério Público, os envolvidos na morte do juiz Alexandre Martins são: Odessi Martins da Silva Júnior, o 'Lumbrigão'; Giliarde Ferreira de Souza; Leandro Celestino dos Santos, o 'pardal'; André Luiz Barbosa Tavares, o 'Yoxito'; e os policiais militares Heber Valêncio e Ranilson Alves da Silva.

Além deles, também foram apontados como envolvidos o coronel da reserva da Polícia Militar, Walter Gomes Ferreira e o juiz aposentado Antônio Leopoldo. Destes, apenas o juiz não foi julgado porque recorreu a instâncias superiores. O empresário e ex-policial Civil, Cláudio Luiz Andrade Batista, o 'calu' foi levado a júri popular, mas foi inocentado pelo crime.

A mulher de Fernando Cabeção, que estava com ele no carro no momento da execução, informou à Polícia Militar que o marido estava solto havia seis meses. Ele estava no banco do carona e quem dirigia o veículo era a mulher, que segundo testemunhas, não chegou a ser atingida pelos disparos. Em nota, a Polícia Militar informou que os autores do crime estavam em um carro e fugiram logo após o ocorrido. 

*Com informações da TV Vitória / Record TV