Assaltante é agredido por populares após roubo em Vila Velha

Polícia

Assaltante é agredido por populares após roubo em Vila Velha

De acordo com a polícia, três homens, de 24, 28 e 35 anos, estavam no local do roubo quando uma dupla de moto os abordou e anunciou o assalto aos gritos

Redação Folha Vitória

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória

Um assalto terminou em confusão em Vila Velha. Dois suspeitos armados roubaram celulares de três homens, mas um dos assaltantes foi imobilizado e agredido pelas vítimas.

Segundo a polícia, tudo aconteceu neste domingo (22) por volta de 22h, na Avenida Carlos Lindenberg e as vítimas relataram que os suspeitos anunciaram o assalto com hostilidade.

Apesar da Avenida ser muito movimentada, a região onde o assalto aconteceu tem poucas residências em volta e, por isso, ninguém testemunhou o roubo.

De acordo com a polícia, três homens, de 24, 28 e 35 anos, estavam no local do roubo quando uma dupla de moto os abordou e anunciou um assalto aos gritos.

As vítimas contam que um dos suspeitos empunhava uma arma e, após recolher os celulares, um dos homens entrou em luta corporal com o suspeito armado.

Os outros dois homens entraram na briga logo após, e conseguiram tirar a arma da mão do assaltante. 

Foi neste momento que o comparsa fugiu de moto levando dois celulares das vítimas.

Após ser abandonado pelo comparsa o suspeito armado foi agredido pela população

Segundo a polícia, uma pessoa que passava no local da confusão ligou para o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes), dizendo que o assaltante que havia ficado para trás estava sendo agredido pelos homens que tiveram o celular roubado e outras pessoas que passavam pela região.

A polícia então esteve no local e levou o suspeito para o Hospital Antônio Bezerra de Farias, localizado no bairro Jaburuna, em Vila Velha. 

O assaltante contou para os militares que é usuário de drogas e que está em situação de rua.

Ainda de acordo com a polícia, as vítimas também estavam machucadas, tiveram ferimentos na barriga, braços, pernas e pulsos devido a luta corporal e um deles ainda recebeu uma coronhada na cabeça.

Nenhum das vítimas precisou ser levada para o hospital.

A matéria será atualizada assim que chegarem novas informações sobre o caso.

Com informações da repórter Marla Bermudes, da TV Vitória/Record TV