VÍDEO | Policial desaparece e carro de luxo da vítima é encontrado incendiado em Vila Velha

Polícia

VÍDEO | Policial desaparece e carro de luxo da vítima é encontrado incendiado em Vila Velha

O celular que seria do perito aposentado Celso Marvila Lima foi encontrado na caminhonete. A Polícia Civil investiga o caso

Foto: Whatsapp TV Vitória/Arquivo Pessoal

Um carro avaliado em cerca de R$ 300 mil foi encontrado incendiado em uma estrada rural da região de Xuri, em Vila Velha. O veículo pertence a um perito aposentado da Polícia Civil. Celso Marvila Lima, de 65 anos, é considerado desaparecido desde a noite desta quarta-feira (03).

O carro foi encontrado por volta das 20h pelo funcionário de um advogado que tem uma propriedade na região. Quando encontrou o veículo, o homem alertou ao patrão que acionou a polícia. 

As chamas destruíram a caminhonete, que era praticamente nova. Do carro, de 2021, restou apenas a lataria. 

LEIA TAMBÉM: Corpo de mulher com sinais de violência sexual é encontrado na Serra

Pela placa, os policiais militares conseguiram identificar o dono do carro. A polícia encontrou em contato com familiares do perito, que não conseguiram falar com o homem. Os familiares registram um boletim de ocorrência pelo desaparecimento do perito. 

Ainda durante a noite, foi feita uma primeira perícia. Um celular que seria do perito aposentado foi encontrado na caminhonete. Pela manhã desta quinta-feira (04), policiais civis retornaram ao local para outra análise.

A Polícia Civil informou que as diligências sobre desaparecimento do perito aposentado ainda estão em andamento e que ele ainda não foi localizado. Segundo a corporação, o homem se aposentou em março de 2020, após 42 anos de trabalho.

LEIA TAMBÉM: Caso Bárbara: suspeito de matar menina é encontrado morto

No histórico profissional, há uma ação do Ministério Público contra ele por improbidade administrativa. O perito criminal falsificou um atestado médico para justificar ausência no plantão de 25 de dezembro de 2009.

Em maio de 2019, a 2ª vara de Santa Maria de Jetibá foi expedido um mandado de prisão temporária contra o perito aposentado. Na época, a prisão foi realizada e após o período determinado ele foi colocado em liberdade. O processo foi mantido em sigilo.

*Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV.

Pontos moeda