Convenção do PT no ES tem chapas sem candidatos a cargos majoritários

Política

Convenção do PT no ES tem chapas sem candidatos a cargos majoritários

O evento, realizado na noite desta quinta-feira(04), confirmou os nomes dos candidatos da federação Brasil da Esperança a deputado estadual e federal no pleito de outubro

Tiago Alencar

Redação Folha Vitória
Foto: Tiago Alencar

Em um evento que não contou com a participação de alguns dos principais nomes do Partido dos Trabalhadores (PT) no Espírito Santo, entre eles o ex-prefeito de Vitória João Coser (PT) e o senador Fabiano Contarato (PT), a federação Brasil da Esperança, que inclui PT, Partido Verde (PV) e PCdoB, realizou sua convenção na noite desta quinta-feira (04), na Assembleia Legislativa estadual (Ales).

Diferentemente do que aconteceu na maioria das convenções realizadas no Estado nas últimas semanas, a reunião da federação Brasil da Esperança foi breve, durando pouco mais de uma hora. Os discursos foram curtos e pautados pela necessidade da união de esforços e da criação de uma frente ampla visando ao resgate do Espírito Santo da influência das ideias difundidas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

A convenção confirmou os nomes dos candidatos a deputado estadual e federal no pleito de outubro. Nenhum cargo majoritário foi lançado no evento, uma vez que, em um acordo selado com o PSB, o diretório petista decidiu, no mês passado, por apoiar o governador Renato Casagrande (PSB) à reeleição, desistindo de lançar Contarato como o nome escolhido pela sigla para disputar o comando do Palácio Anchieta. 

E, no que diz respeito ao Senado, a federação endossa a rede de apoiadores da reeleição da senadora Rose de Freitas (MDB), que, segundo seus dirigentes, é a candidata que melhor representa os valores democráticos em que os partidos federados acreditam.

Sem o protagonismo de uma candidatura própria para cargos majoritários no Estado, o PT lançou como candidatos a deputado federal a presidente estadual do da legenda,  Jackeline Rocha (PT), que nas eleições de 2018 concorreu ao Executivo estadual, ficando em terceiro lugar (7,38% dos votos), e o deputado Helder Salomão (PT), que busca a reeleição para a Câmara dos Deputados, além de outros nomes menos populares na legenda. 

Em sua fala aos militantes que lotaram dois auditórios do primeiro andar da Assembleia, sendo que em um deles a convenção era transmitida por meio de um telão, o presidente estadual do PCdoB, Neto Barros, frisou o aumento da influência do bolsonarismo no Estado. 

"O Espírito Santo virou uma espécie de ninho do bolsonarismo, para nossa tristeza. Então, a gente precisa trabalhar muito para livrar o Espírito Santo dessa chaga que nos envergonha e que leva, daqui para fora, um péssimo exemplo e um péssimo legado", disse.

Jackeline Rocha fechou a fase de discursos na convenção, sendo a última a falar. A presidente do diretório estadual do PT também ressaltou a união de esforços para tirar o Estado do que ela chama de "atraso". "Que, juntos, nós possamos, o poder democrático, representado aqui por Renato Casagrande, e no Senado, com a Rose de Freitas, montar uma grande frente para derrotar o atraso no Espírito Santo", afirmou.

Mensagem de Casagrande e do PT nacional

Cumprindo agenda política fora da Capital, o governador Renato Casagrande não participou a convenção da federação Brasil da Esperança. Ele, no entanto, gravou um vídeo com uma mensagem aos partidos e à militância. 

"Olá, meus amigos da federação, quero justificar a minha ausência. Estava organizado para está aí na terça-feira, mas houve mudança de data. Hoje estou em Colatina, debatendo o programa de governo. Quero fazer meu agradecimento a vocês, por estarmos juntos nesse trabalho eleitoral e político no estado do Espírito Santo",  destacou o governador.

Casagrande também direcionou o seus agradecimentos a Contarato. "Quero agradecer ao senador Fabiano Contarato, que soube debater esse assunto com maturidade, na hora em que foi feito o debate nacional, o debate local. Quero dizer a  vocês que estamos comprometidos com um país democrático e com o fortalecimento das instituições", concluiu.

A presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT) também mandou uma mensagem aos participantes do evento. Ela também elogiou a postura de Contarato no processo de retirada de candidatura ao governo e chamou os seus correligionários para a luta em defesa da democracia.



Pontos moeda