• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Implante de silicone corresponde a quase 20% das cirurgias plásticas no Brasil

Saúde

Implante de silicone corresponde a quase 20% das cirurgias plásticas no Brasil

Flacidez, falta de volume nos seios e envelhecimento são os principais motivos que levam mulheres a buscar o procedimento

Foto: Divulgação
Médico destaca os principais cuidados que as pacientes devem ter para realizar a cirurgia. 

Colocar silicone nos seios é o desejo de muitas mulheres de diferentes faixas etárias. De acordo com os últimos dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, esse tipo de procedimento é mais procurado pelas mulheres. Em 2018,cerca de 18,8% das intervenções cirúrgicas foram para colocar seios, na frente da lipoaspiração (16,1%) e abdominoplastia (15,9%).

Os principais motivos que levam as pacientes a procurarem a alternativa variam entre flacidez, falta de volume nos seios, envelhecimento, assimetrias e reconstruções.

No entanto, de acordo com o cirurgião plástico Victor Cutait, durante avaliação do paciente deve ser levada em consideração a individualidade e a harmonia de cada corpo. “Tudo deve ser conversado, para que as expectativas dela e a parte médica fiquem alinhadas, já que não há apenas um tipo de prótese ideal.

As proporções do corpo, larguras do quadril e da cintura, altura, peso e o tamanho das mamas naturais devem ser avaliadas para que a cirurgia seja um sucesso”, explica o médico.

Durante a decisão de se submeter à cirurgia, no entanto, muitas mulheres têm questionamentos comuns relacionados ao procedimento. Por isso, o Dr. Victor Cutait esclarece as principais dúvidas sobre aumento de seios.

Do que são feitas as próteses de silicone?
São compostas por uma cápsula externa e por gel interno de silicone altamente coesivo, com alto grau de aderência.

Quais são os modelos de prótese?

Anatômica: é bastante indicada para pacientes que não desejam preenchimento do colo mamário com um volume alto. O resultado é um aspecto super natural, já que seu formato é como o de uma gota.

Cônica: indicada para pacientes que têm o tórax bem estreito, e que desejam uma mama projetada.

Prótese redonda: é a mais utilizada entre os procedimentos. Ideal para a paciente que deseja um bom preenchimento do colo mamário, além de preencher a parte superior da mama.

Qual tipo de anestesia é utilizada?
Em grande parte dos casos, é aplicado anestesia local com sedação.

Quais cuidados as pacientes devem tomar antes da cirurgia?
É essencial cuidar da alimentação e adotar hábitos saudáveis antes da cirurgia, evitando comidas condimentadas e bebidas alcoólicas. Além disso, o anticoncepcional oral deve ser suspendido por cerca de um mês antes da realização do procedimento.

Quais cuidados as pacientes devem tomar após a cirurgia?
É essencial que a mulher mantenha as mamas hidratadas para prevenir possíveis estrias que possam surgir. A paciente precisa evitar atividades físicas por 14 dias a 21 dias, pois os braços devem ficar em repouso, já que um simples movimento pode romper os pontos e deslocar a prótese.

Além disso, durante a recuperação, a orientação que a paciente use a malha para mamoplastia por volta de dois meses, com o uso do sutiã somente durante o dia. Também deve-se dormir apenas de barriga para cima, deitar de lado só é liberado após seis semanas e de bruços, após cerca de 3 meses.